28 março, 2011

✎Risadaria

Terminou ontém a 2ª edição do Risadaria. Evento que rolou de 24 a 27 de março no Pavilhão da Bienal no Parque do Ibirapuera.
Por 30$ reais você garantia seu passaporte da alegria que não era do Play Center.
Lá dentro o acesso era para diversas exposições, apresentações e interatividades, em uma verdadeira feira de humor, um salão da comédia. Um grande homenageado "O Nariz" o qual nada discreto chamava a atenção para fotos nas alturas pendurado era o tema da feira deste ano, Já, Jô Soares também foi um homenageado, havia objetos pessoais de acervo, livros, galeria de fotos, suas famosas canecas, suas roupinhas de criança que comprovavam sua infância de burguêszinho fofo.
Andando mais um pouco uma galeria de desenhos de vários artistas davam cor a uma enorme parede, entre eles um painel de Os Gêmeos.
Sabe quando você vai a uma exposição e no final sempre tem aquele livro com folhas em branco para você deixar a sua assinatura, um desenho ou um comentário? Lá também havia um, porém mais parecia uma grande lousa, criativo e com a intenção da interatividade com o público, um mural branco enorme foi atração, onde todos deixavam sua marca, para de alguma livre forma poder dizer: estive aqui.
Transmição on line via Twitter e UOL deixavam a par de tudo quem estava de fora. Patrocinadores importantes marcavam presença com brindes bobos como por exemplo imã de geladeira da cerveja Devassa, tudo bem que eu sou uma mas... não precisa deixar isso estampado na cozinha de casa. A VW disponibilizou um palco com apresentações diversificadas de humor e nesses quatro dias rolou o 1°Campeonato Brasileiro de Stand-up, por eliminatórias no último dia foi anunciado o vencedor Edson Junior, apesar de eu estar na torcida pelo Gigante Léo.
Também tinha cinema, palestras e um teatro patrocianado pela Sadia, o Teatro Hot Pocket Sadia, com valores de 70 a 100$ reais, para o MEU bolso achei meio "hot", mas os artistas valiam a pena, só feras. Cruzar com artistas livres e soltos andando pelo evento era comum, para alegria das tiétes de plantão uma fotinha básica para por no orkut era de lei.
Um cantinho do aconchego deixava as pessoas em um momento mais a vontade, livros e pufs espalhados por esse espaço disponibilizava um momento mais cult para os visitantes. Foi uma risadaiada geral, com várias atrações, só mesmo estando lá.
A Risadaria é mais um evento anual em São Paulo que veio para ficar e fazer muito sucesso. A cada ano eles vão sempre melhorar, isso é claro. E se transformar em uma grande Bienal do Humor.

16 março, 2011

Questionar ou não questionar eis o ser!

O Universo é tudo um milagre, mágica, ilusão ou tecnologia? Porque eu faço parte de um número de pessoas que só pergunta o que não tem resposta provável? Nem só de pão vive o homem mas de teorias ele se faz eterno. Talvez seja tudo uma grande mágica ilusionista com alta tecnologia que faz um verdadeiro milagre!

06 março, 2011

✎Ouvir Estrelas

Ora ( direis ) ouvir Estrelas! Certo, perdeste o senso! E eu vos direis no entanto que para ouví-las, muitas vezes desperto e abro as janelas, pálido de espanto. E conversamos toda a noite, enquanto a Via-Láctea, como um pálio aberto, cintila. E, ao vir do Sol, saudoso e em pranto, inda as procuro pelo Céu deserto. Direis agora: "Tresloucado amigo! Que conversas com elas? Que sentido tem o que dizem, quando estão contigo? " E eu vos direi: "Amai para entendê-las! Pois só quem ama pode ter ouvido capaz de ouvir e de entender Estrelas.
                    Olavo Bilac

01 março, 2011

✎Com passos e com pedaladas

Queria que fosse verdade a filosofia Budista na qual eles crêem que tudo a nossa volta não passa de uma grande ilusão de óptica. Seria bom ter toda essa violência brutal que está encarnada no ser humano como apenas ilusão. O negócio está feio, o ser humano está cada vez mais #fail, mas ainda bem que é apenas uma parcela e não uma geral, menos mal. Mas mesmo assim tenho medo porque não sei até aonde vai, até que ponto podemos confiar nas pessoas, que pena! Muitos se justificam em cima do estresse, depressão, neuroses e agora a nova moda; o transtorno bipolar, que no ver da minha vó, sábia mulher de 93 anos, "esse tal de transtorno bipolar nada mais é do que um jeito chic de dizer que está doido." O problema é que tudo isso está dosado de uma índole propensa a maldade. As coisas parecem estar fora de lugar, de controle, está tudo errado, tem alguma coisa de errado no mundo há tempos, tempos do tipo desde que o mundo é mundo. Final dos tempos? Mas Caim matou Abel lá no começo dos tempos. O diabo é o culpado! Não seria ele um bode expiatório? É o Karma de cada um. Inclusive do planeta, ser destruido? O egocentrismo do capitalismo. E se o mundo fosse uma feira do rolo... Falta de Deus! Mas e os padres pedófilos estão com falta de quê? Sem vergonhice. Mas o cara mais tímido do grupo, virou homem bomba. Quando a guerra não é religiosa ou política, ela é cívil nas extatísticas dos B.Os das grandes e pequenas cidades. Eu ainda acredito é que a culpa está no progresso sem ordem. A maneira como construiram cidades, cimento, asfalto, fumaça, barulho, trânsito... isso não é natural. E vejo o ser humano tampando o Sol com a peneira usando de sua racionalidade para esquecer que não passa de um animal. E lutar contra sua própria Natureza pode haver reações adversas. Ou como disse Clarice Lispector apenas o fato de "ter nascido me extragou a saúde".
Mas como eu já estou por aqui vou mantendo a minha sanidade na beleza de uma flor, no cheiro da terra molhada, nas fases da Lua, em uma caminhada em trilhas verdes e frescas, em um passeio de bicicleta, em coisas que preencham a falta de uma história humana de ordem e progresso lado a lado com a Natureza. As coisas bem que poderiam ter sido diferentes.