08 março, 2013

ler, sonhar e peixes...



Eu sempre achei que eu deveria ter lido mais, deveria ter sonhado mais... a cada escritor interessante que descubro.
Sou pobre, da periferia, mal sei falar o português decentemente e até escrevo melhor do que falo, sim absolutamente.
Por isso nem se empolgue ou crie ilusões sobre mim, teria uma grande decepção a respeito, falo gírias mano e palavrões desmedidos.
Já me peguei questionando a respeito e acho mesmo que é pelo fato de não terem inventado ainda um corretor ortográfico oral. 
Tem tantas coisas interessantes no mundo, tantos escritores que eu leio e penso "caramba agora entendi porque esse cara é tão conhecido... mas que porra porque não li suas obras antes?"
O meu mal é ser viciada em informação, eu acho que nosso cérebro é um computador e as informações ficam arquivados na memória.
A cultura inútil por exemplo é descriminada porém ela também faz valer a teoria de Einstein de que a cada nova informação a sua mente se expande. Isso se dá a cada nova informação, inclusive as da cultura inútil. Einstein achou uma utilidade para elas.
Compro meus livros em sebo não só para economizar dinheiro o que me é viável economicamente,
 mas também acho eles mais interessantes do que os novos.
Sou meia estranha mesmo ou totalmente.
Mas saber que outras pessoas também o leram
pessoas sem rostos, sem nomes, isso faz eu gostar dos livros usados.
Quanto mais antigo e amarelas as folhas, melhor.
Os livros tem cheiro, só não sei se tem sabor, não me atreveria a comer acredito ser indigesto.
Realmente sou a favor do "desligue a televisão e vá ler um livro"
mas agora eu vou desligar a internet e vou ver um filme,
começou agora na Cultura; Caos Calmo, será que é bom?
Não sou chegada a drama mas é o que tem pra janta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário